Sobre acessibilidade

Serviços

19/11/2020 - 16:15

 

Doar sangue, ajudando a salvar vidas, pode ser um dos maiores atos de solidariedade praticado pelo ser humano. Foi pensando nessa causa que, na manhã desta quinta-feira (19), servidores e colaboradores do Iasep decidiram participar da Gincana Instituição Cidadã, uma iniciativa da Fundação Hemopa em alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado em 25 de novembro.

Entre servidores e colaboradores do Iasep, compareceram ao Hemopa um total de 23 pessoas, das quais 16 estiveram aptas para doar. O presidente do Instituto, Bernardo Almeida, que fez questão de ir prestigiar o evento, falou sobre a importância da campanha. “Quero parabenizar o Dr. Paulo [Bezerra, presidente do Hemopa] e o Governo do Estado por essa iniciativa tão importante. Só não estou também doando sangue hoje porque ainda não passaram os dois meses da minha última doação. Mas sou doador frequente e estou aqui apoiando”, esclareceu.

Segundo o Ministério da Saúde, uma bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas. Por essa razão, a Fundação Hemopa realiza a gincana com o intuito de incentivar os trabalhadores dos órgãos estaduais a essa prática. “Essa campanha entre todas as instituições do Estado é uma maneira de promover a divulgação da importância da doação de sangue. Então nós queremos agradecer a participação do Iasep. É de suma importância para nós o órgão ter trazido os servidores para este ato de solidariedade”, afirmou o presidente Paulo Bezerra.

A colaboradora do Iasep Vilma Monteiro já é doadora há algum tempo e participou da gincana. “Quando eu vim doar pela primeira vez foi pelo incentivo de outras pessoas e eu achei muito importante. Agora eu faço a doação frequentemente e é muito gratificante a gente doar para salvar vidas e ajudar outras pessoas. Eu estou muito feliz por isso”, contou.

Já a servidora Núbia Gomes realizou sua primeira doação. “Estou doando pela primeira vez pela necessidade que há. Muita gente precisa de sangue e a quantidade que o Hemopa está recolhendo ainda é pouco e, por isso, eu me candidatei para doar nessa gincana e poder ajudar as pessoas que precisam de sangue. Eu sempre quis doar, mas antes não tinha o peso adequado. Agora eu pretendo continuar doando”, disse.

Critérios - Para ser um doador, é necessário ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos, estar bem de saúde, não ter tido hepatite depois dos 11 anos, não ter doenças transmissíveis pelo sangue e não usar drogas ilícitas injetáveis. Além disso, no dia da doação, o candidato deve estar descansado, alimentado, não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores e apresentar documento original com foto (menores de idade precisam estar acompanhados do responsável). As doações podem ser feitas no máximo quatro vezes ao ano para o homem, com intervalo de dois meses entre uma doação e outra; e três vezes ao ano para mulheres, com intervalo de três meses.

 

Texto e fotos: Thâmara Magalhães

Núcleo de Comunicação/Iasep