Sobre acessibilidade

Serviços

30/12/2021 - 15:00

 

Por mais um ano, o Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) garantiu aos segurados o pleno atendimento para os casos de Covid-19. Exames e internações ficaram disponíveis ao longo de 2021, e durante a segunda onda da pandemia no Estado, no primeiro semestre, o plano ampliou a oferta dos chamados “Ambulatórios Covid”, responsáveis por atendimentos a casos leves e moderados da doença.

Com o aumento de número de infecções em março, o número de locais disponíveis passou de quatro para nove, em Belém e Ananindeua, alguns com atendimento imediato para consultas e exames.

Ainda no âmbito da pandemia, o Iasep manteve, no decorrer de 2021, a dispensa de autorização prévia para a realização de vários exames e terapias, deixando de exigir a presença do segurado na autarquia para a validação das guias, evitando assim aglomerações no órgão.

Com este mesmo objetivo, e para manter, sobretudo, a segurança de pacientes do grupo de risco, alguns segurados que se inscreveram no Programa de Procedimentos Adicionais (aumento de cotas) em 2020 não precisaram renovar seu cadastro em 2021. Dessa forma, pessoas com várias patologias, como câncer, cardiopatias, diabetes, hipertensão e insuficiência renal crônica, tiveram seu cadastro no programa automaticamente renovado este ano, dispensando o comparecimento às unidades do Iasep ou mesmo o envio de qualquer documentação adicional por meio remoto.

AssistLar – Como consequência da pandemia de Covid-19, o Programa de Assistência Domiciliar (AssistLar) teve um aumento de 32% no número de segurados cadastrados recebendo atendimento. Em novembro de 2020, eram 468 participantes, passando para 621 em novembro de 2021, já que, nesse período aderiram ao programa pacientes com sequelas da Covid.

O crescimento na assistência oferecida pelo programa só foi possível por conta do aumento na oferta do serviço: o Iasep passou a contar com duas empresas credenciadas para o AssistLar, ao invés de apenas uma, o que propiciou a absorção de todo o crescimento da demanda.

Durante 2021 foram lançadas três chamadas públicas para contratação de empresas destinadas ao atendimento dos segurados do plano nas demandas de saúde. A primeira visou ao credenciamento de hospitais, clínicas e centros de diagnósticos em todos os municípios do Estado, para renovar contratos finalizados e realizar novos, garantindo ou ampliando a cobertura assistencial do Iasep. Já os outros editais trataram do credenciamento de empresas para o fornecimento de medicamentos antineoplásicos orais e materiais cirúrgicos.

Nova sede e planos para 2022 – No início do ano o Iasep, em Belém, mudou de prédio. Como o local da antiga sede da autarquia, na Avenida Gentil Bittencourt, dará lugar ao primeiro Hospital Público da Mulher do Estado, o Instituto passou a funcionar, temporariamente, na Avenida João Paulo II.

Ao longo de 2021, outro prédio, na Avenida Almirante Barroso, passou por reformas para abrigar uma sede definitiva do órgão, que voltará a reunir os serviços de forma mais centralizada. A expectativa é que a mudança ocorra nos primeiros meses de 2022.

Além da mudança de sede, há outras ações planejadas para o próximo ano. “Temos o Programa ‘Iasep Ao Seu Lado’ já estruturado, que pretendemos iniciar em breve, uma ação que levará os serviços do órgão, de forma itinerante, para mais perto dos segurados”, adiantou o presidente do Iasep, Bernardo Almeida. “Além disso, teremos mais uma chamada pública para garantir a continuidade dos contratos, e também oportunizar que mais municípios façam parte da nossa rede”, acrescentou o gestor.

 

Texto: Ádria Azevedo

Foto: Agência Pará

Fonte: Agência Pará