Sobre acessibilidade

Serviços

27/01/2020 - 21:00

 

Em reunião realizada na semana passada, a equipe da Coordenação de Assistência Social do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep), responsável pelo Programa de Procedimentos Adicionais, apresentou à diretoria do órgão os resultados obtidos pelo setor no ano de 2019. Entre estatísticas de atendimentos por gênero e faixa etária e principais patologias cadastradas, foram expostas também as conclusões sobre as melhorias implantadas no programa durante o ano passado.

Uma delas foi o resultado positivo da não exigência de que segurados com determinadas patologias (a exemplo de diabetes, insuficiência renal crônica e artrose) reapresentem, a cada ano, todos os laudos e exames para reingressar no programa, bastando o comparecimento para atualização do cadastro.

Outro avanço citado foi a formalização dos trâmites para a liberação de cotas extras, ou seja, casos muito específicos quando esgotam, além das cotas contratuais, também os procedimentos adicionais. Anteriormente, não havia um trâmite definido para esse tipo de solicitação. Agora, o segurado já sabe exatamente como proceder, se precisar.

Metas – A partir da avaliação dos resultados anuais, a equipe do setor já traçou objetivos para os próximos meses. O principal deles é a desburocratização do serviço, resultando em maior facilidade e agilidade no acesso do segurado ao Programa de Procedimentos Adicionais.

“Como tivemos uma resposta muito favorável em relação à não apresentação anual do laudo para algumas patologias, já pensamos em incluir outras doenças que não têm alteração de um ano a outro e que por isso não exigem que o segurado traga, ano a ano, a documentação para comprovar sua condição”, adianta o assistente social Evandro Ladislau.

“Pretendemos, em diálogo com as agências do interior, acelerar os processos solicitados nos municípios, que hoje em dia demoram a ser autorizados por conta da distância”, explica Francisca Silva, coordenadora de Assistência Social. “Sabemos o quanto o Programa de Procedimentos Adicionais é fundamental para segurados com doenças crônicas e também em outros casos, como gravidez e pré-operatório. Então temos que estar sempre em busca do aperfeiçoamento desse serviço”, complementa a gestora.

 

Texto e foto: Ádria Azevedo (Núcleo de Comunicação/Iasep)