Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Tags

Orientações para casos de urgência

Os primeiros socorros são essenciais para garantir a vida e a segurança da pessoa acidentada. Manter a calma, saber os procedimentos  a serem feitos e realiza-los de maneira correta, diminue o sofrimento, previne possíveis complicações e ajuda na recuperação da vítima. O socorro prestado não dispensa atendimento médico, por mais que a vítima apresente melhoras, é necessário solicitar ajuda.

Considerando os casos mais comuns, essas são as dicas de primeiros sugeridas pelo Aplicativo Cruz Vermelha. 

Estresse e má alimentação prejudicam o sistema gástrico

Há 15 anos a professora aposentada Maria das Graças Rodrigues, 69, tinha uma rotina árdua e estressante. Devido à má alimentação e aos problemas no trabalho, ela começou a apresentar dores e sensação de queimação na região estomacal. Com o agravamento dos sintomas, ela procurou atendimento médico e foi diagnosticada com gastrite por Helicobacter pylori, bactéria que aumenta a acidez no estômago. Segurada do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep), ela realizou o tratamento adequado, mas precisou modificar os hábitos alimentares para enfrentar a doença.

Alimentação saudável é forte aliada na prevenção e controle da diabetes

Há três anos, o servidor público Edson Vieira da Conceição, 62, não se preocupava com o estilo de vida que levava. Além de ser sedentário, na sua alimentação era comum o consumo de refrigerantes, doces e alimentos gordurosos. Mas tudo isso precisou mudar quando foi diagnosticado com diabetes tipo 2, aos 59 anos de idade. Para controlar a doença que afeta mais de 16 milhões de brasileiros, segundo o Ministério da Saúde, Edson mudou sua alimentação e adotou a prática de atividade física regularmente, além de tomar medicamentos orais duas vezes ao dia.

Iasep realiza ação de prevenção ao suicídio

Depressão e isolamento social são duas situações que podem denunciar um quadro de suicidabilidade. Esse foi um dos assuntos discutido, nesta sexta-feira (22), na ação de alerta e prevenção ao suicídio, realizado pelo Instituto de Assistência dos Servidores do Pará (Iasep) em alusão ao “Setembro Amarelo’’, mês mundial de combate ao suicídio. Durante a ação, foram distribuídos informes aos segurados do Instituto orientando sobre cuidados e sinais de alerta sobre o tema.

Atividade física é forte aliada na manutenção da saúde

A prática de atividade física e a alimentação saudável sempre fizeram parte da vida do servidor público Afonso Emanuel da Silva. Aos 56 anos de idade, trabalhando no Instituto de Assistência aos Servidores do Estado do Pará (Iasep), Afonso está sempre se prevenindo contra doenças, procurando manter corpo e mente saudáveis. Além da prática esportiva, ele faz questão de ir ao médico regularmente, para realização de consultas e exames. 

Pupunha ajuda na prevenção de doenças

Fruta típica da região amazônica, a pupunha faz parte da culinária paraense e faz bem muito bem à saúde. Segundo a médica Cláudia Hanna Diniz, do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep), a fruta é rica em substâncias antioxidantes e fortalece o sistema imunológico. Segundo ela, Um dos benefícios da fruta é a prevenção de doenças degenerativas, em razão da alta concentração de betacaroteno, como indicam as cores fortes e vivas da fruta.

Iasep realiza ação de combate e prevenção ao câncer de próstata

O câncer de próstata é uma enfermidade que evolui, muitas vezes, de forma assintomática. Homens que realizam o exame regularmente e têm o diagnóstico na fase inicial aumentam em 90% a chance de cura. Foi o que aconteceu com o aposentado Carlos Alberto de Oliveira, 70, que, apesar de não apresentar nenhum sintoma, foi diagnosticado com a doença no início deste ano. Como o câncer foi detectado precocemente, ele realizou o tratamento adequado em tempo de vencer a doença.

Higiene e atenção são as principais armas contra doenças infecciosas

No verão, doenças como conjuntivite, insolação, brotoeja, intoxicação e dengue aparecem com mais frequência. A umidade e a alta temperatura, o consumo de alimentos em áreas de lazer, a exposição prolongada ao sol e a aglomeração de pessoas são algumas das causas. Por isso, é essencial se prevenir cuidando da higiene pessoal e alimentar.